terça-feira, 29 de agosto de 2017

‘Não tive escolha’, diz Tiago Cardoso sobre processos contra clubes

Por TV Jornal
Reprodução/TV Jornal
Depois de se desligar do Náutico, no início do mês, o goleiro Tiago Cardoso ainda não fechou contrato com um novo clube.  No programa Replay da TV Jornal, exibido nesta segunda-feira (28), o atleta conversou com o repórter Fábio Mendes e explicou qual foi o verdadeiro motivo da sua saída do time alvirrubro e do processo que move contra o Santa Cruz.
Segundo Tiago, o principal motivo de sua saída foram os constantes atrasos para o pagamento dos salários. “Foram muitas coisas, principalmente coisas não cumpridas, porque desde que cheguei ao Náutico o que foi prometido não foi cumprido e isso se alastrou durante sete meses. Uma situação de promessas e falta de transparência. A  gota d’água foi um dia antes da partida, que pagaram tudo errado, procuramos a direção e eles disseram que não iam pagar. Tive que procurar meu advogado para resolver a situação”, esclareceu.
Sobre o processo que move contra o Santa Cruz, Tiago conta que chegou a fazer um acordo com a direção tricolor, mas que a direção não teria cumprido com o combinado. “Fiz um acordo dividido em 22 parcelas e nenhuma foi cumprida. Procuramos a direção e eu não queria ação na Justiça, mas como o acordo não foi cumprido eu não tive escolha”, explicou.
Durante a entrevista, o jogador foi perguntado sobre o momento delicado que o Santa Cruz e o Náutico enfrentam para se manterem na Série B do Campeonato Brasileiro. "Eu creio que se o Náutico permanecer nessa pegada e nesse empenho... o time está crescendo. Se permanecer assim tem tudo para permanecer (na Série B). Já o Santa Cruz, olhando peça por peça, é uma equipe muito madura e pela qualidade individual tem muita condição de permanecer com certeza", contou.

PORTAL BOM JARDIM
PORTAL BOM JARDIM

Nenhum comentário:

Postar um comentário