sábado, 12 de agosto de 2017

MC Troinha presta depoimento e fala sobre tiroteio durante show em Moreno

Por TV Jornal
Reprodução/TV Jornal
O MC Troinha prestou depoimento, na Delegacia de Homicídios Divisão Sul, no bairro de Cajueiro Seco, em Jaboatão dos Guararapes, nesta quinta-feira (10), como testemunha de um tiroteio em uma festa que deixou duas pessoas mortas e duas feridas, no último mês de abril, na cidade de Moreno, também no Grande Recife. Na época, testemunhas afirmaram que alguns dos disparos ouvidos partiram das armas dos seguranças do cantor.
"A gente foi ali para fazer a alegria da galera. Fui fazer meu show, porque sou profissional para isso, apesar de ter acontecido algo que a gente não esperava. Mas Deus é justo e sabe o que faz", garantiu Troinha. Já o empresário do MC Troinha, Walter Júnior, reforçou que os seguranças dos shows não andam armados. "O que a gente tem são dois seguranças de palco, que nem estavam no dia", contou.
O tiroteio aconteceu na noite do dia 16 de abril de 2017, dentro de um clube na Praça da Bandeira, no Centro de Moreno. De acordo com a polícia, um suspeito armado identificado como Micaias Francisco de Lima da Silva, de 22 anos, entrou no ambiente com a intenção de matar Luiz Aguiar dos Santos, 37 anos, que foi atingido e morreu no local. Adaílton Lima da Silva, 20 anos e Carla Bezerra da Silva, de 32 anos também ficaram feridos. Carla chegou a ficar internada por quatro dias no Hospital Otávio de Freitas, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

PORTAL BOM JARDIM
PORTAL BOM JARDIM

Nenhum comentário:

Postar um comentário