quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Justiça reduz pela 2ª vez pena de motoboy condenado por estuprar e matar cunhada


Sandro Dota teve pena reduzida para 21 anos e 4 meses de prisão por matar e estuprar a cunhada Bianca Consoli em 2011 (Foto: Paulo Piza/G1 e Arquivo pessoal)
Justiça reduziu pela segunda vez a pena de condenação do motoboy Sandro Dota pelo estupro e assassinato de sua cunhada, a estudante Bianca Consoli. Os crimes foram cometidos no dia 13 de setembro de 2011 em São Paulo. Cabe recurso ao Ministério Público (MP) às instâncias superiores do poder judiciário.
Condenado em 2013 a 31 anos de prisão, Sandro teve a pena diminuída em 2014, quando desembargadores do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) atenderam ao pedido da defesa e reduziram a condenação para 24 anos de prisão.
Nesta terça-feira (1º), o Superior Tribunal de Justiça (STJ), em Brasília, publicou decisão na qual diminuiu essa pena de 24 anos para 21 anos e 4 meses. Os ministros aceitaram recurso dos advogados do preso, que pedia redução da condenação pelo fato de Sandro ter confessado que matou Bianca por asfixia. Ela tinha 19 anos.
Foram abatidos três anos da pena de 16 anos que Sandro recebeu pelo homicídio. A punição de oito anos de reclusão pelo estupro foi mantida.
O motoboy cumpre pena na Penitenciária de Tremembé, no interior paulista. Ele está com 45 anos atualmente.

G1
PORTAL BOM JARDIM
PORTAL BOM JARDIM

Nenhum comentário:

Postar um comentário