sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Fagner diz que foi apunhalado por Aécio:'Me deve desculpas pessoalmente'

Fonte: UOL

O cantor e compositor Raimundo Fagner disse se sentir apunhalado pelo senador Aécio Neves (PSDB), para quem fez diversas campanhas eleitorais, e cobrou do tucano que lhe peça desculpas pessoalmente por ter “pisado na bola”. O artista se refere às acusações de corrupção e lavagem de dinheiro contra o presidente afastado do PSDB na Operação Lava Jato.
Em entrevista, Fagner contou que tem uma relação de amizade com o político mineiro e que, por confiar nele desde o início de sua carreira política, sempre “emprestou” seu trabalho a Aécio.
“Aécio não apenas me decepcionou, mas foi muito triste. Sou amigo dele e essa amizade nunca vai deixar de existir. Mas o que eu me envolvi com ele, o que eu acreditei…o que eu subi em palanque para ele, desde a campanha dele para deputado. Me envolvi em todas as suas campanhas, as pessoas acharam até estranho porque ele era um garoto e eu já era um nome consagrado. Eu emprestei muito esse trabalho para o Aécio. Para mim, foi uma punhalada. Eu não merecia isso porque emprestei o meu respeito e pisou na bola legal. Aécio me deve desculpas pessoalmente”, declarou o músico.
Fagner sinalizou que, após a decepção com Aécio, deve apoiar a candidatura de outro amigo, o ex-governador Ciro Gomes (PDT), à Presidência em 2018. “O Ciro está na campanha dele. É meu amigo, uma pessoa por quem tenho o maior respeito. A maneira com a qual está conduzindo sua carreira política não é a ideal, mas estarei ao lado dele para o que precisar – inclusive para lhe dar conselho”, declarou.
PORTAL BOM JARDIM
PORTAL BOM JARDIM

Nenhum comentário:

Postar um comentário