quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Câmara lê parecer que pede a rejeição das contas do ex-prefeito 'Tio Correia'

Fonte:PortalPE10


A câmara municipal dos vereadores, fez a leitura no ultimo dia 26 do parecer emitido pelo Tribunal de Contas, recomendando à rejeição das contas do Sr. Valdeci José da Silva (Tio correia), referente ao exercício financeiro de 2014. 
O presidente da casa, Alexandre Neto, encaminhou as contas do ex-prefeito, para as comissões de finanças e orçamento, para que no prazo regimental emita o parecer sobre as contas do exercício de 2014.
O ex-gestor, terá o prazo de 15 dias para apresentar defesa escrita estabelecendo. Em contato com a equipe do PortalPE10,o presidente  esclareceu que o prazo máximo para julgamento é de 60 dias.
O ex-prefeito de Belém de Maria, Valdecir José da Silva, conhecido como Tio Correia Preso desde agosto de 2016 , deixou o Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, foi solto nesta quinta-feira(15) por volta das 16:00Hs. Depois que o acusado ofereceu um imóvel à Justiça para efetuar o pagamento da sua fiança, arbitrada em R$ 100 mil, a juíza Vivian Gomes Pereira determinou, na quarta-feira (14), a expedição do seu alvará de soltura, possibilitando que ele responda ao processo em liberdade.
Tio Correia foi afastado da prefeitura de Belém de Maria em dezembro de 2015 por ato de improbidade administrativa. Antes de se entregar na Delegacia de Roubos e Furtos do Recife, o gestor municipal passou sete meses foragido. Depois da saída de Correia do cargo, a vice-prefeita Maria Amália Silva assumiu a administração da cidade. Em setembro do ano passado, entretanto, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) obteve na Justiça a suspensão do exercício da sua função pública, visto que ela é acusada de cometer os mesmos crimes que o seu antecessor.
No último mês de abril, após um pedido da defesa de Correia pela revogação da sua prisão preventiva, a Justiça arbitrou uma fiança de R$ 300 mil para que ele fosse solto.
O advogado do ex-prefeito pediu então a revisão do valor e este foi reduzido para R$ 100 mil. Tio Correia usou um imóvel para pagar o montante.
PORTAL BOM JARDIM
PORTAL BOM JARDIM

Nenhum comentário:

Postar um comentário