quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Aumenta para 19 o número de pessoas resgatadas após naufrágio no Pará


Aumentou para 19 o número de pessoas resgatadas no naufrágio sa embarcação M/B Capitão Ribeiro, pertencente à empresa Almeida e Ribeiro Navegação, LTDA, que afundou na noite desta terça-feira (22)na Ponta Grande do Xingu, no município de Porto de Moz. 
Segundo a Agência Estadual de Regulação e Controle de Serviços Públicos (Arcon-Pa), a empresa não estava legalizada para fazer o transporte de passageiros. Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Pará, 70 pessoas estavam a bordo no momento do naufrágio. A lista de passageiros não foi divulgada.
Pelo menos 10 pessoas morreram durante o naufrágio do barco que saiu de Santarém com destino ao porto de Vitória do Xingu, em Altamira, e equipes de resgate estão no local realizando buscas de sobreviventes do acidente desde o início desta quarta-feira.
Segundo a Arcon-PA, o barco não estava registrado na Arcon-Pa, portanto, a agência considera que “a embarcação estava realizando o transporte clandestino de usuários”, conforme divulgado em nota oficial.
A Arcon-PA informou ainda que a empresa foi notificada pelos fiscais durante a operação realizada no dia 05 de junho de 2017, mas até o momento nenhum representante da empresa compareceu à agência do órgão para se regularizar.
PORTAL BOM JARDIM
PORTAL BOM JARDIM

Nenhum comentário:

Postar um comentário