terça-feira, 8 de agosto de 2017

Atraso nas obras da Ponte do Janga causam transtornos para motoristas

Por TV Jornal
Um transtorno que parece nunca ter fim é a sensação de muitos motoristas que circulam pela Avenida Cláudio Gueiros Leite, no município de Paulista, Região Metropolitana do Recife. Diariamente, cerca de 50 mil veículos passam pela vida. Devido ao atraso nas obras de duplicação da Ponte do Janga, o trânsito, que já era ruim, está cada vez pior. Para tentar driblar os congestionamentos, muitos trabalhadores recorreram às bicicletas. “Eu trabalho em Santo Amaro, pra não pegar o ônibus, que é todo dia assim, eu prefiro a bicicleta. Gasto só uma hora”, comentou o chapeiro, Carlos Fernandes.
Impacientes, alguns passageiros preferem descer dos coletivos e atravessar a ponte andando. “Estava parado há 20 minutos, aí eu tenho horário, né? Eu trabalho em Boa Viagem”, relatou a cuidadora de idosos, Maria José. Quem trafega pelo local, se submete a andar pelo acostamento e até na contramão para se livrar da buraqueira. Nem as motos, que normalmente são mais rápidas, escapam do trânsito. “Todo dia é essa agonia. Acho que a gente passa aqui uma hora, uma hora e meia”, relatou o motorista, Charles Lucena.
TV Jornal / Reprodução
A duplicação da Ponte do Janga, orçada em R$ 17 milhões conta com a parceria do Governo de Pernambuco e deveria ser finalizada ainda em agosto, contudo, só deve ser entregue em dezembro deste ano. De acordo com o secretário de Infraestrutura de Paulista, Pedro César, as obras só podem ser concluídas depois que o Estado transferir R$ 7 milhões, verba que está atrasada. “Este repasse deveria ter sido feito desde janeiro e infelizmente não aconteceu. O governo tem sinalizado que está fazendo um esforço para tentar sanar esta solução”, disse.

PORTAL BOM JARDIM
PORTAL BOM JARDIM

Nenhum comentário:

Postar um comentário