quarta-feira, 26 de julho de 2017

'Político que ficou rico é ladrão', diz Geraldo Alckmin

Fonte: JC Online
Divulgação/Governo de SP
Na manhã desta terça-feira (25), o governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB-SP) concedeu entrevista à Rádio Jornal e comentou sobre os planos sobre uma possível candidatura em 2018 e a conduta seguida em seus 40 anos de vida pública. "Meu patrimônio é o que herdei da minha família. Meu pai dizia 'se quiser fazer política é: dedicação, coragem moral e vida pessoal modesta. Ficou rico é ladrão", disse.
O governador complementou afirmando que uma aposentadoria privada de 9 milhões, valor confiscado do ex-presidente Lula pela Polícia Federal, é bastante elevada. "É demais, mas não sou eu que devo dar essas explicações", afirmou.
Sobre a corrida presidencial de 2018, Alckmin estimou que entre dezembro deste ano e janeiro do próximo deve haver uma definição por parte do PSDB sobre o nome a ser escolhido." O escolhido deve percorrer o brasil, verificar a realidade, problemas da água e não só no nordeste, retomada do emprego, infraestrutura, saúde, insegurança", explanou. Ele acrescentou ainda que o prefeito de São Paulo João Doria já declarou que não participará das primárias realizadas pela legenda
PORTAL BOM JARDIM
PORTAL BOM JARDIM

Nenhum comentário:

Postar um comentário