terça-feira, 4 de julho de 2017

Palmeiras consegue 2ª vitória na Conmebol e reduz punição imposta à torcida

Torcida do Palmeiras
Torcida do PalmeirasFoto: Palmeiras/Divulgação
O Palmeiras conseguiu mais um triunfo nos tribunais da Conmebol. O clube foi comunicado na tarde desta segunda-feira (3) que a punição para o time não ter torcida quando atuar como visitante foi reduzida para um jogo. Inicialmente, a entidade havia punido o clube paulista com três partidas sem poder levar torcedor.
Com isso, os palmeirenses cumprem a punição nesta quarta-feira (3), contra o Barcelona, em Guayaquil, e ficarão livres para uma eventual quartas de final em caso de classificação.
A equipe estava sendo julgada pela confusão que envolveu a sua torcida e torcedores do Peñarol, no jogo da fase de grupos, em Montevidéu. Essa foi a segunda vitória consecutiva do clube nos tribunais da Conmebol. Antes, o Palmeiras tinha conseguido reduzir também a suspensão de Felipe Melo de seis para três jogos. Ele foi julgado após se defender dos uruguaios desferindo um soco em Matías Mier, do Peñarol.
No caso da punição imposta à torcida, a diretoria alviverde enviou uma delegação à sede da Conmebol, no Paraguai, para se defender em uma audiência extraordinária. O grupo era composto pelo seu presidente, Maurício Galiotte, o 2º vice-presidente, Antônio Jesse Ribeiro, e André Sica e Alexandre Zanotta, ambos do departamento jurídico.
Galiotte comemorou a notícia em nota distribuída pela assessoria de imprensa. "A nossa expectativa era que fosse feita justiça. O Palmeiras não poderia ser prejudicado em uma situação em que nós fomos vítimas. Desde o término da partida no Uruguai nós trabalhamos incansavelmente para produzir o material de defesa e reduzir a pena. Finalmente conseguimos atingir o nosso objetivo. Para nós, é de extrema importância ter o torcedor ao nosso lado em todos os jogos", enalteceu o presidente do Palmeiras.

FOLHA PE
PORTAL BOM JARDIM
PORTAL BOM JARDIM

Nenhum comentário:

Postar um comentário