sexta-feira, 7 de julho de 2017

Chuvas mudam cenário na zona rural de Caruaru

Fonte: G1
AnaRebecaPassos/TV Asa Branca
As chuvas de maio, junho e julho acabaram com cinco anos de intensa seca no Agreste de Pernambuco. Moradores da zona rural de Caruaru voltaram a plantar e os barreiros acumulam água para garantir por um bom tempo o abastecimento das comunidades dos quatro distritos da cidade.
De acordo com o Instituto Agronômico de Pernambuco - IPA, a média de chuvas nos seis primeiros meses em 2017, já é 76% superior ao que era esperado para o período. De acordo com o agrônomo Fábio César, já não havia mais crença num inverno bom para a região, devido as poucas precipitações até o fim de maio, mas com a chegada de junho, a situação mudou.
"Os mananciais estavam secos e as pastagens também . Os pecuaristas tiveram que vender parte dos animais para garantir a alimentação dos outros. O cenário era muito triste. A partir do dia 25 de maio com a chegada dessas fortes chuvas, a realidade mudou. Os agricultores puderam plantar e agora no campo é só alegria", disse.
Milho e feijão são as apostas dos agricultores, mas de acordo com Fábio César, mesmo com a intensidade das chuvas, só uma boa sequência poderia melhorar a situação. "Para que os prejuízos sejam totalmente sanados, precisamos de invernos regulares nos próximos cinco anos. Só assim ele poderá ter os barreiros cheios e os pastos em condições para manter o rebanho", diz.
Fábio César acredita que nos próximos meses a situação deve ser ainda melhor, já que a previsão é de mais precipitações. "Historicamente nos meses de agosto, setembro, outubro, novembro e dezembro, acontecem chuvas temporárias, algumas com boa intensidade e por isso, acredito atingir a expectativa de 100% das chuvas até o fim do ano", diz.
PORTAL BOM JARDIM
PORTAL BOM JARDIM

Nenhum comentário:

Postar um comentário