segunda-feira, 12 de junho de 2017

PRF e MPT atuam contra o trabalho infantil

PRF atua contra o trabalho infantil
PRF atua contra o trabalho infantilFoto: Divulgação
Uma campanha de conscientização sobre o enfrentamento ao trabalho infantil ocorre na amanhã, segunda-feira (12), a partir das 8h, no Centro de Abastecimento e Logística de Pernambuco (Ceasa-PE), na Zona Oeste do Recife.
A ação é desenvolvida pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) e pelo Ministério Público do Trabalho (MPT), com o objetivo de chamar a atenção da sociedade no Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil.
A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD 2015) divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontou o número de 2,672 milhões de crianças e adolescentes, na idade entre 5 a 17 anos, trabalham no Brasil.
Em Pernambuco, houve um aumento de cerca de 12% nos números. Antes, eram 109 mil. Atualmente, são 122 mil. Segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT), 85 milhões de crianças no mundo estão enquadradas nas piores formas de atividades. Esse número corresponde a 51% do total do trabalho infantil no mundo.
A iniciativa contará em um primeiro momento com a capacitação de operadores de mercado e trabalhadores da limpeza do Ceasa, para que eles possam identificar casos e denunciar aos órgãos competentes.
Em seguida, será realizada uma ação educativa junto ao público que frequenta o Centro, com o apoio de um ônibus adaptado para a realização de palestras e exibição de vídeos sobre o tema.
A Campanha denuncia “que além de ser privada do direito à infância, a criança que trabalha normalmente abandona a escola, comprometendo seu desenvolvimento intelectual, físico, psicológico e emocional”.
E faz um convite a sociedade para participar do movimento #ChegadeTrabalhoInfantil, lançado para o enfrentamento dessa prática no país.

http://www.folhape.com.br/noticias/noticias/policia/2017/06/11/NWS,30785,70,624,NOTICIAS,2190-PRF-MPT-ATUAM-CONTRA-TRABALHO-INFANTIL.aspx
PORTAL BOM JARDIM
PORTAL BOM JARDIM

Nenhum comentário:

Postar um comentário