quarta-feira, 21 de junho de 2017

Ex-prefeito vai à delegacia, confessa que matou professor em Umbuzeiro, mas é liberado por ter livrado o flagrante

O ex-prefeito de Umbuzeiro, no Agreste paraibano, Thiago Pessoa Camelo se apresentou, acompanhado de advogado, na 11ª Delegacia Seccional de Queimadas nesta terça-feira (21). Ele afirmou, segundo a PC, que foi autor do disparo que matou o professor de educação física e candidato a vereador Guilherme Barbosa da Silva, de 50 anos. O crime ocorreu domingo (18), em Umbuzeiro. O ex-prefeito vai responder por homicídio qualificado.
O ex-prefeito foi ouvido pelo delegado Danilo Orengo, seccional da 11ªDSPC. Thiago Pessoa alegou que houve uma discussão com o professor e que, por consequência, ocorreu uma luta corporal. Após isso algumas pessoas separam os dois e cada foi para seus carros.
Alegou ainda que quando estava indo embora, a vítima o surpreendeu e tentou retirá-lo do carro. Assustado, o ex-prefeito afirmou sacou da arma e atirou.
O delegado Danilo Orengo vai ouvir outras pessoas para fundamentar ainda mais os procedimentos e remeter o inquérito à justiça que vai determinar se o ex-prefeito deve ser preso ou responderá em liberdade, porém a autoria e a materialidade do crime estão definidas e determinadas.
Guilherme foi assassinado com um disparo de revólver na axila.
Redação, com Renato Diniz
PORTAL BOM JARDIM
PORTAL BOM JARDIM

Nenhum comentário:

Postar um comentário