quarta-feira, 31 de maio de 2017

Chuva eleva nível de barragens em Pernambuco

Por TV Jornal

Foto: Divulgação / Compesa
A situação das barragens responsáveis pelo armazenamento da água que abastece as cidades do Grande Recife e Agreste de Pernambuco aumentou o volume de água, mas não o suficiente para alterar o racionamento nas cidades.
Desde a última sexta-feira (26), municipios de várias regiões do Estado registraram um volume grande de chuva e cidades inteiras ficaram alagadas. Em meio a todos esses problemas, a elevação do nível de algumas barragens trouxe esperança para a população.
Algumas que estavam praticamente vazias aumentaram o volume de água. A barragem do Prata, que abastece a região do Agreste, o nível da água subiu 41%. No interior, a barragem de Mundaú subiu de 40% para 83% a capacidade.
Já a barragem de Inhumas está operando com 62% e a de Cajueiro esta com 53% de água. No Grande Recife, a barragem de Pirapama esta com 73% da capacidade, Tapacurá com 34%, Botafogo com 14% e Duas Unas com 33%.
Apesar do aumento no volume de água em alguns reservatórios, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) informou que o abastecimento nas regiões mais secas continua o mesmo. A expectativa é que a barragem de Serro Azul, construída para conter a água da chuva, seja usada para ainda este ano para o abastecimento de algumas cidades.
"A Compesa projetou um sistema partindo dessa barragem para atender Caruaru, Belo Jardim, Toritama, Santa Cruz do Capibaribe, e toda aquela região. Os recursos estão assegurados e as obras devem começar este ano", contou Rômulo Aurélio, diretor técnico de engenharia da Compesa.

PORTAL BOM JARDIM
PORTAL BOM JARDIM

Nenhum comentário:

Postar um comentário