quarta-feira, 31 de maio de 2017

Bolsonaro: Temer não vai renunciar

Deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ)
Deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ)Foto: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco
Em passagem por Recife, nesta terça-feira (30), o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) disse não acreditar que o presidente Michel Temer (PMDB) deva renunciar ao cargo. Isso porque, a partir do momento em sai da Presidência, o peemedebista perde o foro privilegiado e poderá ser julgado em primeira instância “a qualquer momento”.
“Não vai renunciar”, cravou. Quanto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o deputado afirmou que não se sabe o que vai acontecer. “Até antes do episódio lá dos porões da democracia do Temer, muitos davam certo a não cassação da chapa. Agora, está na dúvida. Se bem que caberia um recurso ainda caso o Temer venha a perder”, avaliou Bolsonaro.
Em relação a um possível impeachment de Michel Temer, o deputado federal afirmou que, para ir adiante, precisa passar pelo presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia (DEM-RJ), alvo de investigação. “Não acredito que o Rodrigo Maia venha defender esse pedido porque lá na frente passaria a ser a bola da vez, porque foi citado também na Lava Jato. O Brasil está nesse impasse, nesse caos político que reflete para a economia, reflete em todos os setores da sociedade. De maneira nenhuma eu defendo qualquer eleição direta por dois motivos: primeiro, foi a Constituição. E outro, não seria com voto impresso como está previsto para o ano que vem”, declarou.
Partido

O deputado Jair Bolsonaro também falou sobre a pretensão de mudar de partido. De acordo com parlamentar, vários partidos já demonstraram interesse em tê-lo em seus quadros. “Muitos partidos que estão ali perto do rebaixamento estão de olho em mim e outros candidatos reforçar o time para não perder pro outro lado. Quanto ao PSC, depois que o PSC, que tem uma linha de família, voltada para religião também, em defesa de criança na sala de aula, quando se coliga com o PCdoB no Maranhão e em Curitiba, é sinal que esse partido não quer levar a sério uma proposta de sermos diferentes”, disse. Jair Bolsonaro desembarcou no Recife para acompanhar o sepultamento de Sebastião Thomaz Aquino, ex-jogador do Santa Cruz e ex-guarda municipal, que sobreviveu atentado no Aeroporto dos Guararapes, em 1966.
Com informações de Anderson Bandeira, da Folha de Pernambuco.

PORTAL BOM JARDIM
PORTAL BOM JARDIM

Nenhum comentário:

Postar um comentário