quinta-feira, 20 de abril de 2017

Polícia indicia Marcos por agressão corporal a Emilly

LeiaJá
Reprodução/TV Globo Marcos acuou a sister contra a parede e apertou seu braço Reprodução/TV Globo Nesta quarta-feira (19), a polícia do Rio de Janeiro indiciou o médico Marcos Harter por agressão à Emilly Araújo, durante confinamento no Big Brother Brasil 2017. As investigações constataram que a agressão aconteceu de forma intencional e a lesão foi confirmada.
De acordo com as informações da Globo News, o médico foi indiciado por lesão corporal com base na Lei Maria da Penha. Antes de ser divulgada a decisão, o participante do BBB17 entrou com pedido de habeas corpus para suspender as investigações da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) de Jacarepaguá.
De acordo com a defesa do brother, a delegada responsável Viviane da Costa não tem atribuição para presidir o inquérito e que a vítima. Além disso, ele alegou que Emilly não representou nada contra ele. Com o pedido, o juiz da 1ª Vara Criminal de Jacarepaguá, Marco Couto determinou que a delegada preste esclarecimentos sobre o caso em 72 horas.
Entenda o caso - Antes da final do Big Brother Brasil 2017, o médico Marcos Harter foi eliminado do programa após acusação de agressão corporal contra a sua namorada Emilly, vencedora do reality show, durante uma briga. A denúncia foi feita pelos internautas e acionada pela delegada da Delegacia da Mulher que solicitou as imagens do programa para análise.
PORTAL BOM JARDIM
PORTAL BOM JARDIM

Nenhum comentário:

Postar um comentário