terça-feira, 18 de abril de 2017

Indígena, filho de cacique, teria saído para caçar em floresta no Acre e desaparecido

A suspeita de desaparecimento do filho do líder indígena Biraci Yawanawá, da Aldeia Nova Esperança, no Acre, tem causado comoção nas redes sociais, nesta segunda-feira. Biraci Junior Yawanawá, de 27 anos, teria saído para caçar, acompanhado de outro jovem, nas margens do Rio Gregório no sábado e não retornou.
A Polícia Civil de Tarauacá diz que já está ciente da suspeita de desaparecimento. O órgão afirma, no entanto, que as ações de buscas ainda não foram iniciadas porque os familiares de Biraci Júnior não registraram o desaparecimento do jovem.
Biraci Junior (no centro) participa de ritual indígena
Biraci Junior (no centro) participa de ritual indígena Foto: Reprodução/Facebook
Segundo um relato do jornalista acreano Altino Machado, o cacique Biraci Yawanawá reuniu 15 pessoas para ajudar a procurar o filho, no último domingo. Machado diz que os jovens podem ter se perdido na floresta por inexperiência.
No Facebook do jovem, amigos postaram mensagens sobre o desparecimento. "Peço atenção de todas as benzedeiras! Fiquem no rezo por esse irmão! Amor em movimento!" escreveu Rose Kareemi Ponce no perfil de Biraci Junior Facebook. "Que você beba a natureza e seja guiado pelo sopro! Assim como dissestes", diz a amiga Maria Albuquerque em outro post.
Estudante de psicologia continua desaparecido
A suspeita de desaparecimento é divulgada cerca de um mês após o estudante de psicologia Bruno Borges, de 24 anos, sair de sua casa em Rio Branco, no Acre, e não retornar. Ele deixou 14 livros criptografados escritos nas paredes de seu quarto e uma estátua do filósofo Giordano Bruno.
Bruno Borges, de 24 anos, desapareceu sem dar notícias
Bruno Borges, de 24 anos, desapareceu sem dar notícias Foto: Reprodução/Facebook
A Polícia Civil do Acre acredita que Bruno saiu de casa voluntariamente, e deve voltar em breve. De acordo com o delegado geral do estado, Carlos Flávio Portela, o jovem levou com ele um celular, um HD e algumas peças de roupas. O celular não está sendo utilizado.

 http://extra.globo.com/noticias/brasil/indigena-filho-de-cacique-teria-saido-para-cacar-em-floresta-no-acre-desaparecido-21219816.html
PORTAL BOM JARDIM
PORTAL BOM JARDIM

Nenhum comentário:

Postar um comentário