terça-feira, 4 de abril de 2017

Gestão de Temer é reprovada por 91% dos pernambucanos

LeiaJá
Agência Brasil/Arquivo Michel Temer é aprovado por apenas 5% dos entrevistados Agência Brasil/Arquivo As investidas do presidente Michel Temer (PMDB) para ser, de acordo com ele, o “presidente mais nordestino que o Brasil já teve” não está surtindo efeitos positivos em Pernambuco. O retrato disso pode ser visto no levantamento divulgado nesta segunda-feira (3) pelo Instituto de Pesquisas UNINASSAU. De acordo com os dados, a forma com que o peemedebista tem conduzido o país é reprovada por 91% dos pernambucanos. A amostra, encomendada pelo LeiaJá em parceria com o Jornal do Commercio, também revela que o índice de aprovação de Temer é de 5%.
A maior parcela dos que avaliam negativamente a gestão do presidente é de pessoas entre 35 e 44 anos, com ensino superior completo e residentes do Agreste do estado. Já os que mais aprovam são sertanejos maiores de 60 anos. Um peso significativo para a  reprovação é o cenário nacional de crise econômica, além das reformas da Previdência e trabalhista que tramitam no Congresso Nacional e outras medidas, como os cortes no orçamento de projetos federais.
“Temer está reprovado em razão das reformas que ele propõe em virtude da crise econômica que persiste. Ele pode melhorar a popularidade caso o Brasil supere a crise”, argumentou o coordenador do Instituto e cientista político Adriano Oliveira. Segundo ele, a conjuntura atual além de reforçar a rejeição de temer no estado “ressuscita o lulismo”, ou seja, reflete positivamente na intenção do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disputar o comando do país em 2018.
O Instituto UNINASSAU foi a campo nos dia 23 e 24 de março. Foram ouvidas 2.014 pessoas a partir de 16 anos de todas as regiões do estado. O nível de confiança do levantamento é de 95% e a margem de erro é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos.
PORTAL BOM JARDIM
PORTAL BOM JARDIM

Nenhum comentário:

Postar um comentário