segunda-feira, 10 de abril de 2017

Em ato emocionante, vida de Mirella é lembrada

LeiaJá

.
Chico Peixoto/LeiaJáImagens

A Avenida Boa viagem, na Zona Sul do Recife, recebeu na manhã deste domingo (9) o ato em homenagem a Tássia Mirella Sena de Araújo, assassinada na última quarta-feira (5) em seu próprio apartamento. De branco, familiares, amigos e demais pessoas levantavam cartazes contra o machismo e clamavam por justiça.
Entre os mais visivelmente emocionados estavam os pais de Mirella, que devido ao estado emocional já haviam evitado participar de uma manifestação realizada na quinta-feira (6) no Fórum desembargador Rodolfo Aureliano. Ao longo de todo o trajeto do ato em Boa Viagem, os pais de Mirella iam na frente dos participantes, sempre recebendo apoio, inclusive de banhistas que observavam ao lado.
"Se nada for feito, amanhã serão outras Mirella. É preciso ter o despertar de toda a sociedade. Esse machismo mata e matou minha filha", disse Suely Araújo, mãe da vítima. "Ela era guerreira, morreu lutando, jamais se entregaria ou desistiria. Eu sinto conversando com ela. Pensei coisas bárbaras, se ela tivesse deixado talvez tivesse aqui ainda, mas ela me diz 'eu não podia, e minhas amigas? E as outras pessoas que sofrem por isso?' ", comentou Suely, emocionada.
O pai de Mirella, Wilson Araújo, reforçou que é um momento muito difícil. "Ela é um símbolo de mulher guerreira. Filha que sempre procurou independência, fazia amizade com facilidade", ele lembra. "Infelizmente escolheram minha filha, como escolheram outras por aí".
Para a coordenadora do centro da mulher metropolitana Júlia Santiago, ligado à Secretaria da Mulher do Recife, Fernanda Lima, é necessário mais debate de gênero para evitar casos como esse. "Trabalhamos o empoderamento da mulher porque entendemos que o empoderamento ajuda no combate a essa violência. Esse caso é revoltante, é uma luta cotidiana", complementou.
PORTAL BOM JARDIM
PORTAL BOM JARDIM

Nenhum comentário:

Postar um comentário