quinta-feira, 6 de abril de 2017

Criminosos invadem escola e alunos se abrigam em corredor para fugir de tiroteio na Mangueira


Crianças ficaram abrigadas no corredor da escola
Crianças ficaram abrigadas no corredor da escola Foto: Reprodução/OTT-RJ
Extra
Criminosos armados invadiram uma escola em São Cristóvão, na Zona Norte do Rio, na manhã desta quarta-feira. De acordo com a Secretaria Municipal de Educação, a Escola Municipal Mestre Waldemiro foi utilizada como rota de fuga de criminosos que estavam em confronto com a polícia no Morro da Mangueira, na Zona Norte. Por causa da invasão, alunos e funcionários ficaram abrigados abaixados nos corredores do colégio. Apesar do ocorrido, o colégio, que atende 429 alunos em turno único, não teve seu funcionamento suspenso.
"A Secretaria esclarece também que o espaço foi vistoriado por policiais militares que não encontraram outras pessoas no interior da escola", diz a nota.

Crianças ficaram abrigadas no corredor durante invasão
Crianças ficaram abrigadas no corredor durante invasão Foto: Reprodução/OTT-RJ
Outras duas escolas, na mesma região da Mangueira, interromperam o funcionamento aos seus 793 alunos do turno da tarde e Educação de Jovens e Adultos. Dezenas de estudantes foram impedidos de deixar as escolas da região no horário de saída. Equipes dos batalhões de Operações Especiais (Bope), de Choque (BPChq) e de Ações com Cães (BAC) fazem uma operação na comunidade, desde o início da manhã. A PM ainda não informou o balanço da operação. Os agentes do BPChq estão em todos os acessos à comunidade, na parte baixa do morro. Já as equipes do Bope e do BAC encontram-se na parte alta.

Policiais atuam desde o início da manhã na comunidade
Policiais atuam desde o início da manhã na comunidade Foto: Guilherme Pinto / Agência O Globo
Em alguns dos acessos à Mangueira os PMs encontraram barreiras colocadas pelo tráfico, como pedaços de trilhos e barras de ferro chumbadas. O morro conta com uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) desde 3 de novembro de 2011.
Em redes sociais, moradores e pessoas que passaram nas proximidades da Mangueira comentam a situação:
"Vários tiros na Mangueira...".

"Tava dando muito tiro na Mangueira e eu sentada lá na escola".
"Quando essa guerra vai acabar, passei há pouco tempo perto da mangueira e o tiroteio tá comendo por lá, quantas vidas mais vão tirar?? Puuutz".
Veja nota na íntegra da Secretaria Municipal de Educação
A Secretaria Municipal de Educação, Esportes e Lazer informa que não houve invasão no prédio da Escola Municipal Mestre Waldemiro. A área externa da unidade foi utilizada como rota de fuga por homens armados.
A SMEEL esclarece também que o espaço foi vistoriado por policiais militares que não encontraram outras pessoas no interior da escola. A unidade, que atende 429 alunos em turno único, não teve seu funcionamento suspenso. Outras duas escolas, na mesma região da Mangueira, interromperam o funcionamento aos seus 793 alunos do turno da tarde e Educação de Jovens e Adultos.
PORTAL BOM JARDIM
PORTAL BOM JARDIM

Nenhum comentário:

Postar um comentário