quinta-feira, 20 de abril de 2017

Chuvas abastecem mananciais no interior de Pernambuco

LeiaJá
Divulgação/Compesa Barragem de Jussara, em Vitória de Santo Antão, está vertendo há cerca de 15 dias Divulgação/Compesa Os mananciais dos municípios de Vitória de Santo Antão, Escada, Ribeirão, Rio Formoso e Sirinhaém, na Zona da Mata Sul de Pernambuco, foram abastecidos com as chuvas da primeira metade do mês de abril. 
Só em Vitória de Santo Antão, duas fontes de fornecimento tiveram melhorias nos níveis: a barragem de Águas Claras aumentou a capacidade em 5% e a Barragem de Jussara está vertendo desde o início do mês.
Em Ribeirão, o Riacho Ditoso regularizou o volume e agora, com a barragem de nível captando água normalmente, 60% da cidade está sendo atendida sem racionamento.
O mesmo acontece em Rio Formoso, onde o Açude Cossocó recuperou grande parte do seu volume e o Riacho dos Gatos, segunda manancial responsável pelo abastecimento no município, teve seu nível regularizado. Assim, o fornecimento vai acontecer a cada dois dias e 25% da população terá acesso o dia inteiro.
Em Sirinhaém, o Açude de Água Fria de Cima recuperou cerca de 25% de sua capacidade e agora o distrito de Santo Amaro de Sirinhaém deve ser retirado do racionamento. O município passa a ter acesso à água todos os dias.
Em Escada, que depende só do Rio Sapocagy, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) está captando água durante 24 horas em virtude das chuvas. A população é abastecida por um dia a cada cinco. Segundo informações da Compesa, o Riacho Pata Choca está em obras para dobrar a oferta de água no local.
Na Zona da Mata Norte não choveu o suficiente para recuperar as mananciais, exceto pela Barragem do Siriji, no município de Vicência. Com as chuvas, até a terça-feira (18), a reserva aumentou em 5%. 
PORTAL BOM JARDIM
PORTAL BOM JARDIM

Nenhum comentário:

Postar um comentário