quinta-feira, 13 de abril de 2017

Adolescente simula sequestro no Recife e alega problemas pessoais

A jovem foi encaminha ao Grupo de Operações Especiais, no Cordeiro / Diego Nigro/JC Imagem
A jovem foi encaminha ao Grupo de Operações Especiais, no Cordeiro
Diego Nigro/JC Imagem
JC Online
Com informações do repórter Denis Cavalcanti, da TV Jornal
ATUALIZAÇÃO: Depois de ser ouvida pela Polícia Civil, ficou constatado que a jovem forjou o próprio sequestro. A adolescente, que apareceu na delegacia de Boa Viagem durante a tarde, com as roupas rasgadas, forjou o rapto e alegou problemas familiares para justificar a ação.
Na manhã desta quarta-feira (15), o suposto sequestro de uma adolescente de 15 anos nas proximidades de um colégio em Boa Viagem, Zona Sul do Recife, movimentou a polícia. Os pais da jovem haviam procurado ajuda após terem recebido um telefonema dela e de um homem fazendo ameaças de morte. A adolescente, que apareceu na delegacia de Boa Viagem durante a tarde, com as roupas rasgadas, forjou o rapto e alegou problemas familiares para justificar a ação.




Na delegacia de Boa Viagem, ela informou que havia fugido de um cativeiro localizado ou em Camaragibe ou em Casa Forte, onde teria lutado com os supostos sequestradores e fugido, a pé, até a Zona Sul da cidade. A delegada responsável encaminhou a jovem até a sede do Grupo de Operações Especiais (GOE), no bairro do Cordeiro, Zona Oeste da Cidade. "Durante o percurso da DP de Boa Viagem até o GOE, ela contou uma história que apresentava várias inconsistências. Ela foi confrontada em seu depoimento formal e confessou que se tratava de uma simulação, ou seja, que ela nunca havia sido vítima de sequestro e que não houve a participação de terceiros. Tudo foi planejado por ela", contou o delegado Ramon Teixeira, em entrevista à TV Jornal.
Segundo a Polícia, a jovem nem chegou a sair de Boa Viagem. "Ainda não sabemos exatamente o que ela fez nas horas em que estava desaparecida, mas a partir de um circuito de uma loja de departamentos, onde ela aparece olhando celulares, já foi possível invalidar a história dela", completou o delegado.

Exames

Segundo a polícia, mesmo sem ter havido o sequestro, a adolescente vai passar por exames toxicológicos e sexológicos.
PORTAL BOM JARDIM
PORTAL BOM JARDIM

Nenhum comentário:

Postar um comentário