domingo, 9 de abril de 2017

'A gente era estuprada e tinha de ficar quieta', diz atriz

LeiaJá
Reprodução/TVGlobo Lady Francisco revela abuso por diretor da Globo Reprodução/TVGlobo Aos 82 anos, a atriz Lady Francisco revelou que há 50 anos atrás foi vítima de dois casos de violência sexual, e, que, um dos seus agressores foi um diretor da TV Globo. Segundo a atriz, o agressor trabalha na emissora até hoje.
A global já havia comentando sobre o abuso, mas o caso veio à tona novamente após a repercussão da denúncia de uma figurinista, que acusou o ator José Mayer de assédio. "No meu tempo a gente era estuprada e tinha que ficar quieta. Tenho muito orgulho de ver o quanto a mulher evoluiu na defesa da própria dignidade", declarou a atriz, em entrevista ao UOL.
Lady Francisco também disse que tudo aconteceu logo quando ela chegou para trabalhar na Rede Globo. “Ele disse que queria conversar comigo sobre trabalho. Eu tinha acabado de chegar no Rio, de Minas, era bobinha, ingênua, sonhava com uma oportunidade. Acreditei nele. Nunca vou me esquecer a situação”.
Mesmo com o desabafo, a atriz preferiu não revelar o nome do agressor na época, pelo fato que ninguém ia acreditar a sua versão, mas se fosse nos dias de hoje ela denunciava sem medo. "Isso foi há muitos e muitos anos. Não disse na época, não vou dizer agora. Mas pode ficar tranquilo. Quando ele morrer, se for antes de mim, todo mundo vai saber quem é, porque eu vou estar vestida à caráter, bem ao lado do caixão. Quero ter certeza que o desgraçado está morto", ironiza a artista.
Na entrevista, ela diz ainda que apoia a figurinista Susslem Tonani, que acusou o ator José Mayer de assediá-la. "Hoje faria a mesma coisa que ela. E pegaria um megafone pra todo mundo saber”, e continuou "Achei absurdo ele dizer que confundiu ficção e realidade. Se fosse assim, eu ia ser puta o resto da vida. O que eu mais fiz na vida foi papel de puta", desabafou.
PORTAL BOM JARDIM
PORTAL BOM JARDIM

Nenhum comentário:

Postar um comentário