terça-feira, 14 de março de 2017

Polícia Federal manda procurado pela Interpol de volta para Itália

Por TV Jornal


Reprodução/TV Jornal
A Polícia Federal extraditou, na manhã desta segunda-feira (13), o criminoso italiano Mirco Folli, preso desde de 2015, em Pernambuco. Mirco Folli, de 48 anos, era procurado pela Justiça Italiana desde o ano de 2013 por favorecer imigração clandestina e exploração sexual, além de cometer crimes financeiros no país europeu. O italiano será levado do Aeroporto Internacional do Recife até o Rio de Janeiro, onde será entregue a uma equipe de policiais italianos, que ficará responsável por levá-lo de volta à Itália.
Mirco Folli morava no Recife desde o ano de 2004, tendo conseguido até um visto permanente de trabalho. Somente em 2014 o governo italiano incluiu os dados de Mirco na Interpol, e ele passou a ser procurado em 190 países. O italiano foi preso naquele mesmo ano, em dezembro, no bairro de Piedade, em Jaboatão dos Guararapes.
A prisão aconteceu depois que o Supremo Tribunal Federal determinou o cumprimento de um mandado de prisão preventiva para realizar a extradição solicitada pela Itália. Desde a prisão, Mirco Folli estava no Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, aguardando a extradição. Apesar de procurado em seu país de origem, no Brasil o italiano não se envolveu em crimes ou atos ilícitos, e além de ser dono de uma pizzaria em Candeias, era tesoureiro da Federação Pernambucana de Rugby.
PORTAL BOM JARDIM
PORTAL BOM JARDIM

Nenhum comentário:

Postar um comentário