segunda-feira, 20 de março de 2017

Lula é o 'plano A' do PT para a presidência da sigla

LeiaJá
Giselly Santos/LeiaJáImagens Dirigentes petistas confirmaram a intenção da legenda de ter Lula no comando Giselly Santos/LeiaJáImagens A discussão no Partido dos Trabalhadores (PT) para escolher a nova direção nacional da sigla tem aquecido as articulações entre as tendências internas. De acordo com o senador Humberto Costa, o "plano A" da legenda é conduzir o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para o comando do PT no país por pelo menos um ano e meio. A nova direção será escolhida durante o Congresso Nacional agendado para junho.
"Estamos trabalhando a condição de Lula aceitar durante um ano e meio assumir o comando do país. Naturalmente, se ele não for candidato todas as correntes terão sua candidatura. Nosso plano A é de que Lula aceite ser presidente e a gente evite uma fragilização no Congresso Nacional do PT", declarou o senador durante uma coletiva de imprensa da legenda, nesta segunda-feira (20), para apresentar os detalhes do Processo de Eleições Diretas (PED) em Pernambuco.
Integrante da direção nacional, a deputada estadual Teresa Leitão disse que a indagação principal no momento é "que rumos são necessários para o PT" na atual conjuntura. "O PT é necessário. Sem o PT não vamos conseguir recuperar a democracia no país. Não faremos isso sozinhos. Ao mesmo tempo que somos insuficientes, somos absolutamente necessários", frisou.
Presidente do PT no Recife, Oscar Barreto reforçou que mesmo se Lula não aceitar presidir o partido nos próximos anos, o principal objetivo do PED é uma união para "defender" a importância política do líder-mor petista para o país. "É importante demonstrar que estamos unidos na disputa é na política", salientou.
O atual presidente nacional do PT é Rui Falcão. Mesmo que Lula não seja eleito presidente, Falcão não deve ser reconduzido.
PORTAL BOM JARDIM
PORTAL BOM JARDIM

Nenhum comentário:

Postar um comentário