sábado, 18 de março de 2017

João Doria anuncia acordo com McDonald's para empregar cem moradores de rua

Até o momento, seis vagas foram ocupadas através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Smads)

A ação faz parte do programa Trabalho Novo / Foto: Fernando Pereira/SECOM-PMSP
A ação faz parte do programa Trabalho Novo
Foto: Fernando Pereira/SECOM-PMSP
JC Online
Com informações do Estadão Conteúdo
Nesta sexta-feira (17), o prefeito de São Paulo João Doria fez o anúncio de uma parceria fechada com a McDonalds para empregar cem moradores de rua na rede de rede de fast-food. A ação faz parte do programa Trabalho Novo. Até o momento, seis vagas foram ocupadas através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Smads).
A expectativa, segundo o secretário adjunto Filipe Sabará, é de que a rede de lanchonetes regionalize a oferta de emprego, considerando o local habitado pelas pessoas no momento da contratação. "Esse é um dos focos do nosso programa, não afastar as pessoas de seu convívio", diz. "Um outro aspecto é obter o compromisso das empresas envolvidas de que esses profissionais serão atendidos por um setor de recursos humanos paralelo, criado especialmente para acompanhá-los no dia a dia."


20 mil empregos

A meta do prefeito João Doria é de que as 20 mil pessoas que moram nas ruas ou nos 83 albergues da Prefeitura de São Paulo sejam empregadas. "Tem muita gente qualificada nas ruas. O que temos de fazer é dar a essa população uma porta de saída, uma opção", acrescentou Sabará.
Os moradores de rua, antes de serem contratados, precisam passar por uma capacitação emocional de 40 horas de duração, realizada pela ONG Rede Cidadã, voltada para a reabilitação da autoestima destas pessoas.
A Prefeitura de São Paulo já contabiliza 5,5 mil vagas adquiridas junto a iniciativa privada, com 150 participantes da capacitação e 123 carteiras assinadas.

Ações sociais da McDonald's

Esta não é a primeira vez que a rede de fast-food mostra solidariedade com a situação dos moradores de rua. Em uma iniciativa tomada pela McDonald's do Vaticano no mês de janeiro, a distribuição de chesseburgers para mendigos começou a ser feita em todas segundas-feiras.

Polêmica

Outros projetos de João Doria tem despertado polêmicas entre os paulistanos. Logo no primeiro mês de mandato, por exemplo, o prefeito se envolveu em um conflito com grafiteiros ao apagar pinturas feitas na Avenida 23 de Maio. Em seguida, anunciou que um programa será criado para promover a expressão artística dos grafiteiros na cidade de São Paulo.
PORTAL BOM JARDIM
PORTAL BOM JARDIM

Nenhum comentário:

Postar um comentário