domingo, 19 de março de 2017

Governador é responsabilizado por insegurança nos ônibus

LeiaJá
Paulo Uchôa/LeiaJáImagens/Arquivo Para 42,6% dos passageiros, a responsabilidade do aumento das passagens foi do governador Paulo Câmara Paulo Uchôa/LeiaJáImagens/Arquivo
Com constantes assaltos e um serviço que deixa a desejar, os usuários do transporte público no Recife e na Região Metropolitana (RMR) culpam o governador Paulo Câmara (PSB) e a administração estadual pela falta de segurança, o aumento das passagens e a ausência de qualidade no sistema. É o que aponta um levantamento divulgado pelo Instituto de Pesquisas UNINASSAU neste sábado (18), encomendado pelo LeiaJá em parceria com o Jornal do Commercio.
De acordo com os dados, para os 69% dos entrevistados que disseram utilizar com frequência os ônibus que circulam entre a capital pernambucana e cidades vizinhas, 33,1% atribuíram a responsabilidade da segurança ao Governo do Estado. Já a Polícia Militar (PM) é apontada por 28,9% e o Consórcio Grande Recife por 11%. Os motoristas são responsáveis por garantir a tranquilidade dos passageiros para 5,6% dos que responderam a pesquisa e a Prefeitura do Recife para 3,3%.
O Instituto UNINASSAU também foi a campo aferir quem os usuários acreditam ter dado o aval para o aumento de 14,26% nas passagens de ônibus. Para 42,6% dos passageiros, a responsabilidade foi do governador Paulo Câmara, enquanto 25,8% acreditam ter sido das empresas que fornecem o serviço e 9,6% do Grande Recife.
Já sobre “quem pode fazer alguma coisa para melhorar” o transporte público, 52,7% dos entrevistados apontaram o Governo do Estado e 13,3% os empresários do setor. O prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), também é mencionado por 9,3% e o Grande Recife por 3% dos entrevistados.
Na avaliação do coordenador do Instituto e cientista político, Adriano Oliveira, a pesquisa detectou que “o eleitor consegue identificar o responsável por cada esfera”. “O governador do estado no que condiz ao transporte público, e não apenas isso, é responsabilizado pelos entrevistados. O eleitor diz que ele é culpado pela falta de segurança e o aumento das passagens. Quando ele [o eleitor] responsabiliza também avalia e como os serviços são mal avaliados, temos claramente a reprovação do governador”, salientou.
Usuários do Metrô
A amostra, que ouviu 624 pessoas em seis terminais integrados do Recife e RMR, também verificou entre os 54,6% que disseram usar o metrô regularmente a quem atribuíam a tarefa de garantir a segurança. Apesar do metrô ser um serviço de ordem federal, a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) é considerada responsável pela tarefa para 5,3% dos entrevistados e apenas 3,3% classificaram a gestão do presidente Michel Temer (PMDB).
O Metrorec é citado por 15,1% dos entrevistados, enquanto 10,1% classificam a gestão estadual como responsável pela atribuição. Para 17,8% a responsabilidade é da PM, já 17,2% apontam o Governo como encarregado pela tarefa, mas não especificam se o estadual ou federal.
PORTAL BOM JARDIM
PORTAL BOM JARDIM

Nenhum comentário:

Postar um comentário