terça-feira, 14 de março de 2017

Após contrato de Bruno, Boa Esporte perde patrocinador

Empresa de suplementos alimentares Nutrends interrompeu o patrocínio ao Boa Esporte após ser informado do acordo do time com o ex-presidiário


Goleiro Bruno matou a amante e é ex-presidiário  / Divulgação
Goleiro Bruno matou a amante e é ex-presidiário
Divulgação
JC Online

Alvo de uma enxurrada de críticas por ter contratado o goleiro Bruno, liberado pelo Superior Tribunal Federal (STF) enquanto aguarda o julgamento de um recurso, o Boa soltou nota oficial neste domingo para explicar a decisão. O clube de Varginha, que já perdeu um patrocinador desde o acerto com o reforço, na última sexta-feira, argumenta que está cumprindo seu papel social.


Depois da decisão de contratar o ex-presidiário, o Boa Esporte perdeu o apoio financeiro da empresa de suplementos alimentares Nutrends. A marca alegou que deixa de patrocinar o clube em respeito aos seus consumidores, clientes e ética da empresa. Além disso, desde que o Boa anunciou Bruno como reforço, a empresa vem recebendo questionamentos sobre o posicionamento da marca diante do episódio.

EXPLICAÇÃO 

Para explicar sua decisão, o Boa lembrou que é "reconhecido nacionalmente" e que é o atual campeão da Série C do Campeonato Brasileiro. Na nota, o presidente do time, Rone Moraes da Costa, argumentou que Bruno, uma vez colocado em liberdade, merece nova oportunidade profissional.
"Quando pensamos na aplicação da lei, certo ou não, suficiente o bastante ou não, justa o suficiente para o caso ou não, o que não podemos deixar de entender é determinado pelo cumprimento da lei. As consequências do erro humano possuem fundamentos de pena corporal. A lei dos homens indica a aplicação de penas variáveis de acordo de uma série de crenças, costumes e ideologias", argumentou o Boa.
PORTAL BOM JARDIM
PORTAL BOM JARDIM

Nenhum comentário:

Postar um comentário