quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

'PM foi rápida e evitamos um dano maior', diz Paulo Câmara

LeiaJá
Reprodução/Facebook Reprodução/Facebook Em rápida coletiva de imprensa realizad no Palácio do Campo das Princesas, no Recife, o governador Paulo Câmara se mostrou satisfeito com a segurança pública do estado. Para o gestor, a atuação da Polícia Militar durante o assalto da última madrugada foi "rápida, determinada e corajosa".
"Nossa polícia está preparada para ações como essa. Evitamos um dano maior. A PM foi muito determinada e o trabalho vai ser concluído com êxito. Vamos intensificar o efetivo da PM nas ruas e a polícia científica vai elucidar com suas investigações", afirmou Câmara aos jornalistas. O socialista afirmou que, se precisar, solicitará ajuda federal (à Força Nacional), mas no momento não via necessidade.
Paulo Câmara asseverou que "não podemos admitir que ações como essa ocorram", porém criticou a estrutura da empresa Brinks, vítima da ação criminosa. "Pelo que vimos, a empresa funciona de maneira precária. Vamos solicitar à Polícia Federal que aumente as fiscalizações nessas empresas".
Ao falar sobre a ação dos criminosos, Câmara classificou os envolvidos como "bandidos fortemente armados, com armas contrabandeadas que não existem no Brasil". O governador disse que "prisões estão ocorrendo" e garantiu a prisão de todos os responsáveis.
Nenhum preso e milhões de reais roubados
Mesmo com a visão otimista do governador, a realidade é que, até a publicação desta matéria, nenhum dos envolvidos no mega-assalto foi preso ao longo do dia. Logo cedo, a própria Polícia Militar de Pernambuco revelou que os criminosos podem ter subtraídos até R$ 60 milhões da empresa de transporte de valores. 
PORTAL BOM JARDIM
PORTAL BOM JARDIM

Nenhum comentário:

Postar um comentário